GamingJogos

Disintegration – Primeiras impressões

Disintegration é um jogo de ficção científica em primeira pessoa que mistura FPS com RTS, pelo estúdio V1 Interactive. Temos a nosso cargo Romer Shoal, hábil condutor de Gravcycle, unidades voadoras carregadas de armas. Este lidera um pequeno grupo de resistentes ou Outlaws, que se opõem às forcas de Rayonne, …

LER MAIS →
GamingJogos

Shadow Arena – Primeiras impressões

Shadow Arena é um jogo independente com base no modo, com o mesmo nome, que existia em Black Desert, um jogo do estúdio Pearl Abyss. No vídeo de hoje vamos partilhar o nosso primeiro contacto com este jogo! Website oficial – https://shadowarena.pearlabyss.com/en-US/Main/Index Locução – Ricardo Martins Guião – Luís Alves …

LER MAIS →
AnálisesGamingJogos

The Last of Us – Parte 2 [Videojogo]

7 anos depois a sequela de um dos jogos mais galardoados da PS3 chega até nós. Uns adoram, outros odeiam. E para mim é com isso que sabes que o estúdio fez um bom trabalho. Não se pode agradar a todos, mas deve-se ter a coragem de arriscar e colocar …

LER MAIS →
AnálisesGamingJogos

Griftlands [Alpha]

Oh não, vou falar uma vez mais de um jogo de cartas! Eu sei, peço desculpa, mas como qualquer outro jogo do género que trouxe à vossa atenção, eu prometo que há uma razão para isso. O jogo a que me refiro chama-se Griftlands, atualmente encontra-se em early access pela …

LER MAIS →
GamingJogos

Bleeding Edge – Primeiras impressões

Bleeding Edge é o mais recente jogo a chegar à XBOX One e PC desenvolvido pela Ninja Theory, que defino como um MOBA Hack’n’slash bastante frenético. O Ninja Theory é por mim conhecido como o estúdio Indie que consegue produzir jogos “Triple AAA” e o Bleeding Edge é um dos …

LER MAIS →
GamingJogos

Shadow Arena – Vem jogar connosco!

Se FPS não é o teu estilo de jogo favorito, mas o conceito de Battle Royale até te agrada, Shadow Arena poderá ser um jogo de acção e fantasia ideal para ti. O trailer é um bom exemplo do que podem esperar encontrar no campo de batalha, com 40 jogadores …

LER MAIS →
AnálisesGamingJogos

GRIS – Um indie que é uma experiência audiovisual

Em GRIS a primeira coisa que fica bem assente é que graficamente o jogo é divinal. Não sou uma pessoa de me agarrar facilmente a jogos, muito menos indies. Os jogos indies sempre me deixaram de pé atrás e só experimento se achar que vale mesmo a pena, e mesmo …

LER MAIS →
AnálisesGamingJogos

Pokémon Sword

A Saga Pokémon finalmente chegou, com uma nova geração, à consola mais poderosa da Nintendo. O salto para a Switch Pessoalmente desiludiu um pouco, e nem estou a falar da falta de muitos Pokémon, mas sim em termos gráficos. A Switch tem uma capacidade gráfica bem acima da Nintendo 3DS …

LER MAIS →
GamingJogos

Hades – Antevisão

Hades: Um roguelike do submundo Enquanto crescia nunca tive um computador por aí fora, que fosse capaz de correr os mais recentes shooters, ou o último arcade racer. Por essa razão, fui desenvolvendo uma paixão por roguelikes. Este tipo de jogos que, para quem não sabe, são jogos em que …

LER MAIS →
AnálisesGamingJogos

Death Stranding

Death Stranding conseguiu, estranhamente, prender-me à Playstation por umas boas horas seguidas. Até hoje apenas League of Legends ou as Sagas de jogos de Pokemon conseguiram prender-me durante tantas horas seguidas sem me lembrar do que está a minha volta. Gameplay e narrativa Mas por onde posso começar? Hideo Kojima …

LER MAIS →