AnálisesPeriféricos

Razer Base Station Quartz [Apoio auscultadores]

Os Razer Kraken Quartz Pink, a versão em rosa destes auscultadores com fio para Gaming e Streaming, têm agora um suporte perfeito onde ser colocado, a Base Station Chroma Quartz.

Podem ver este produto on-site aqui: Razer Base Station Quartz

Condições de teste
Sistemas utilizados:
Hardware
AOC U3277PWQU
Razer Deathadder Elite + Razer Mouse Bungee
Razer Deathstalker
Processador Intel Xeon E5-2620
Placa-mãe ECS X79R-A Deluxe
Placa gráfica MSI GTX 950 Gaming 2G
Memória Exceleram DDR3 32GB Red Kit (4x 8G)
Fonte NZXT E850
SSD 2.5″ Crucial BX500 120GB 3D TLC
Toshiba X300 5TB

Software
Windows 10
Razer Synapse 3.0 Beta

Jogos
APEX Legends
Fornite
Quake Champions
Dead Space

Dados sobre o produto
Tipo de produto: Apoio de auscultadores
Gama da preços: Aproximadamente 59,99$ na Razer Store
Versão: Quartz Pink

Conclusão
A Razer Base Station Quartz é uma estação de repouso para os nossos Kraken Quartz muito catita, garantindo que mantemos os auscultadores nas melhores condições, é simples, a iluminação funciona mega bem e ainda temos o extra de ter um HUB de 3 USB. O preço é mais elevado do que estávamos à espera, sobretudo porque os Kraken custa mais 20$ do que o apoio.

Galeria

59,99$
8.8

Design

9.0/10

Funcionalidades extra

10.0/10

Transporte

8.0/10

Rácio volume/função

8.0/10

Prós

  • Construção e design
  • Iluminação difusa Chroma
  • HUB é muito prático

Contras

  • Nada a apontar
Previous post

Razer Kraken + Kitty Ears Quartz [Auscultadores]

Next post

Joga em estilo com a nova coleção Razer Mercury 2019

Luís Alves

Luís Alves

Cargo: Fundador & CEO
Naturalidade: Santa Maria da Feira

Atualmente no 5º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica na FEUP (especialização Automação), licenciado em Engenharia Mecânica pelo IPV.

Sou o moda’a’foca original, um dos guru do modding e tecnologia em Portugal. Desde novo autodidata, sempre gostei de criar, inventar e inovar. Na base tecnológica gosto além do modding, de sistemas de refrigeração a água, hardware e um novo fascínio pela impressão 3D. Considero bastante importante a partilha de conteúdos e conhecimentos.

Desde Abril de 2014 podem também me encontrar na Rubrica PLUG da revista PCGuia todos os meses. Em Julho de 2017 fundei as Hashtag Dondoca, um projeto de Lifestyle no feminino em português onde sou director artístico.