CinemaCultura

Captain Marvel

“Afinal o que tenho em casa é um gato ou um alien?”

Mais um filme da Marvel. Vou ser honesto e dizer que este review, ou crónica, vai ser pouco isenta. Porquê? Sou um confesso amante de filmes de ação e aventura. Um toque de comédia, misturado com a grande história e referencias que estes filmes apresentam deixam-me simplesmente apaixonado.

Costuma-se dizer que as raparigas culpam a Disney por criarem a expetativa de que os Homens deviam ser príncipes na vida real. Pois, olhando a isso, eu culpo a Marvel por estar solteiro… Encontrar uma mulher com as características da Viúva Negra, da Agente Carter, da Valquíria ou mesmo da Pepper Potts não está fácil, mas também já esteve mais complicado. Deixo também o recado para quem acha que o filme pode ser um pouco feminista – não o é, de todo. Sejam homens ou mulheres, vão conseguir prender-se à personagem pela sua personalidade e não vão ter desejos políticos relacionados.

Carol Denvers, interpretada por Brie Larson, é uma personagem viva em todos os momentos do filme e que transmite isso mesmo ao espetador. Se posso garantir que esta Carol Denvers é a que melhor encaixa nos quadradinhos? Não posso, pois conheço pouquíssimo dela, mas do que vi gostei e quero mais. Brie Larson não foi perfeita em todos os aspetos, mas não consigo criticar uma atriz que teve que fazer tantas mudanças de emoção num só filme e a uma velocidade tão grande. Este filme é rápido, mas consegue ser esclarecedor o suficiente para integrar várias personagens já conhecidas e ainda ter tempo para fazer de Goose a estrela do grande ecrã. Não é tarefa fácil! Acho que o maior defeito que tenho a apontar a este filme é alguma falta de sensibilidade na escolha da música e dos seus momentos. Agora é esperar para ver o que a nova adição ao Universo cinemático da Marvel tem para mostrar em Avengers – Endgame, em relação ao qual aposto que, a manter esta fórmula, não vou conseguir ser isento uma vez mais.

Relativamente ao filme e onde se encaixa no MCU, bem, encaixa-se perfeitamente entre Capitão América e Homem de Ferro, com várias explicações e algumas referências de filmes passados. Para quem ainda não teve oportunidade de ver as películas anteriores deste universo, pode ver este filme sem ficar lesado e, quando sair do cinema, ir a correr ver os restantes,  já com uma bagagem interessante para perceber alguns acontecimentos futuros, ou passados, ou mesmo presentes… Bem acho que perceberam a ideia.

Captain Marvel

9

Nota final

9.0/10

Prós

  • Não necessita de filmes anteriores, mas é bom tê-los em mente
  • Bom CGI e velocidade do filme bem imposta

Contras

  • Nada a declarar
Previous post

Noctua NT-H2, NT-H1 e NA-SCW1 [Pasta térmica e toalhitas de limpeza]

Next post

Razer Kraken Tournament Edition [Auscultadores Gaming]

Paulo Castro

Paulo Castro

Cargo: 3D Print R&D
Naturalidade: Vila do Conde
Licenciado em Engenharia Mecânica pelo ISEP e com Grau de Mestre em Engenharia Mecânica, com especialização em Automação, na FEUP. Gosto de aprender coisas novas e por essa razão estou sempre à procura de algo novo para fazer. Tendo a oportunidade de adquirir uma impressora 3D não hesitei e desde então tenho explorado tudo este novo mundo.