AnálisesHardware

Thermaltake Level 20 GT ARGB [Caixa de computador]

Para celebrar os 20 anos a “facultar a experiência perfeita para o utilizador”, como dita a missão da marca, a Thermaltake lançou a caixa Level 20 GT ARGB. Esta é uma caixa Full Tower com 4 vidros temperados, duas ventoinhas de 200mm na frontal, laterais que abrem com dobradiça e recheada de funções premium. Será a caixa ideal para o vosso próximo computador?

Podem ver este produto on-site aqui: Thermaltake Level 20 GT ARGB

Condições de teste

Sistemas utilizados:
Hardware
AOC U3277PWQU
Razer Deathadder Elite + Razer Mouse Bungee
Razer Deathstalker
Gigabyte Z68XP UD5
Intel i5 2500K @ 4.5GHz
ZOTAC GTX 1060 AMP!
Exceleram DDR3 32GB Red Kit (4x 8G)
Akasa Venom
SSD 2.5″ Crucial BX500 120GB 3D TLC
Toshiba X300 5TB
Toshiba P300 4TB
WD Re 4TB
WD Green 2TB
Antec VP550P

Dados sobre o produto

Tipo de produto: Caixa Full Tower
Segmento: Level 20
Função/utilização alvo: Computadores de alto desempenho
Gama da preços: Aproximadamente 300-325€

Análise

Um pequeno vídeo dos modos de iluminação que o HUB incluído permite:

Aircooling
Um dos que para mim é um dos focos destes modelo, a refrigeração a ar tem na Level 20 GT uma grande versatilidade. A instalação de ventoinhas é simplificada e existe uma zona pouco explorada por outras marcas: a lateral da motherboard. Pensem nela como uma Core P5, sem o inconveniente de ter o computador todo exposto. As possibilidades são grandes e está nas vossas mãos maximizar o desempenho. Para computadores multi GPU esta será também uma óptima solução.

Watercooling
Um dos poucos modelos a permitir radiadores de 420mm (só tenho pena não chegar aos 480mm), a Level 20 GT tem 3 grandes zonas para radiadores para explorar. A zona do tabuleiro da placa-mãe implica perder zonas para HDD, um compromisso que pessoalmente não consigo fazer. Existe também uma zona especial para utilizar como suporte da bomba, ajudando a evitar vibrações extra na caixa.

Cablagem
Na existência de um vidro temperado também na lateral direita, o cuidado com os cabos tem de ser redobrado, pois estes tornam-se demasiado visíveis. A caixa não tem nenhum sistema rígido de direccionar os cabos, ficando a nosso cargo (e de uma boa quantidade de zips) minimizar este problema. Com sleeving (ou extensões) o problema é parcialmente resolvido, mas a Thermaltake poderia ter trabalhado mais neste componente.

Instalação
A experiência de instalação não acompanhou o restante desempenho da caixa. São necessários mais parafusos por componente do que estamos hoje em dia habituados, alguns elementos não são tool-less (como o suporte dos discos em plástico) e outras zonas são mesmo afectadas por problemas de design: a fonte só pode ser instalada removendo o midplate e os suportes dos discos ficam inviáveis em caso de quererem utilizar os suportes verticais para discos. É agradável ver uma solução de fábrica para GPU na vertical a utilizar o mesmo apoio que a versão horizontal, não obrigando assim o utilizador a comprar um acessório extra.

Galeria

Conclusão

A Thermaltake Level 20 GT ARGB é uma torre robusta, resistente e visualmente atractiva, perfeita para quem quiser montar um computador “para a vida toda”, mas pouco versátil e pouco adequada para quem quiser actualizar constantemente o seu hardware. A forma como os painéis de vidro se fundem com a restante caixa e ajudam a ter uma refrigeração alta, mas esteticamente apelativa, é um dos pontos fortes da caixa. A Thermaltake teve neste modelo a oportunidade de criar uma caixa de sonho, mas infelizmente algumas decisões na interface com o utilizador da instalação e sistema de cabos não acompanharam o restante trabalho feito neste modelo.

Thermaltake Level 20 GT ARGB

300-325 €
8.6

Qualidade de construção

9.0/10

Design

9.0/10

Aircooling

9.0/10

Watercooling

9.0/10

Modding

9.0/10

Ruído

9.0/10

Cablagem

7.0/10

Instalação

7.0/10

Personalização

9.0/10

Extras

9.0/10

Prós

  • Desempenho em ambos os métodos de refrigeração
  • Design e qualidade de construção
  • Vidros temperados muito bem conseguidos

Contras

  • Demasiados parafusos para a montagem
  • Necessário retirar o midplate para instalar a PSU
  • Zona dos discos desaproveitada totalmente
Previous post

Canon anuncia a nova linha de projetores laser Xeed Wuxga 4K

Next post

Devolo Magic 2 Wifi [Powerline]

Luís Alves

Luís Alves

Cargo: Fundador & CEO
Naturalidade: Santa Maria da Feira

Atualmente no 5º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica na FEUP (especialização Automação), licenciado em Engenharia Mecânica pelo IPV.

Sou o moda’a’foca original, um dos guru do modding e tecnologia em Portugal. Desde novo autodidata, sempre gostei de criar, inventar e inovar. Na base tecnológica gosto além do modding, de sistemas de refrigeração a água, hardware e um novo fascínio pela impressão 3D. Considero bastante importante a partilha de conteúdos e conhecimentos.

Desde Abril de 2014 podem também me encontrar na Rubrica PLUG da revista PCGuia todos os meses. Em Julho de 2017 fundei as Hashtag Dondoca, um projeto de Lifestyle no feminino em português onde sou director artístico.