Notas de ImprensaNotícias

Acer Aspire Switch 12 S

A Acer anunciou o modelo mais premium e avançado na sua premiada gama de notebooks, um 2-em-1 Aspire Switch — o Aspire Switch 12 S (SW7-272).

Aspire Switch 12 S (SW7-272)_01-L

Este equipamento integra a nova dobradiça Acer Snap Hinge™ Gold que suporta rápido streaming de dados até 6 Gbps entre o tablet e o teclado, resultando numa melhor resposta, ligação rápida e consistente com suporte para USB 3.0.

A antena patenteada Acer ExoAmp integrada no chassis de alumínio anodizado com apenas 7,85 mm de espessura assegura um desenho elegante com WiFi rápido e fiável.

Vem equipado com os mais recentes processadores Intel® Core™ M de 6.ª geração e com interface Thunderbolt™ 3 que traz Thunderbolt para a porta USB-C com velocidades até 40Gbps para rápidas transferências de dados e suporte para ecrãs de alta resolução.

O ecrã 4K protegido por Gorilla® Glass® 4 oferece visuais vibrantes com tecnologia IPS ; colunas voltadas para a frente com Acer TrueHarmony e Dolby® Audio™ Premium oferecem som rico com distorção mínima..

Aspire Switch 12 S (SW7-272)_02-L

O Acer Aspire Switch 12 S estará disponível na região EMEA em fevereiro com preços que começam nos €1.199.

Nota de imprensa

Previous post

Acer lança o primeiro Chromebase do mundo com processadores Intel® Core™

Next post

Novos monitores Acer R1 Series, H7 Series e XR Series

xpect

xpect

Cargo: Linux Guy
Naturalidade: Lisboa

O meu nome é André Paula, tirei um curso Técnico Profissional de informática com especialização em manutenção de hardware, na Escola Profissional de Setúbal.

Considero-me curioso e autodidata em especial no ramo informático. Gosto de aprender coisas novas e estar sempre atualizado com as novidades tecnológicas.

Relativamente ao Linux, o meu primeiro contato foi na escola, tendo aprendido os comandos básicos, criação de boot pens e recuperação de sistemas windows via linux. As distribuições que usei inicialmente foram o Ubuntu, o Kurumin e o Mandrake (já descontinuados), mas não dei continuidade depois de terminar o curso, talvez por falta de incentivos, não sei.

Depois de uns bons anos, voltei a experimentar uma distribuição Linux, que na altura foi Ubuntu 12.04 e apartir dai até hoje.

Portanto, todos os videos, artigos e podcast que faço, têm como objetivo ensinar e mudar mentalidades, mudar a forma como as pessoas em geral encaram o Linux e mostrar que existem alternativas ao que é tradicionalmente usado. Este percurso foi o que me levaram a fundar o LinuxTech.pt - https://linuxtech.pt/