AnálisesHardware

NZXT Manta


A NZXT Manta é claramente uma caixa que trabalha noutra liga. O seu design arrojado, com painéis curvos de metal e um corpo gigante para sistemas mITX é impar no mercado, sendo impossível não ficar babado pelas suas linhas. Especialmente a versão igual à que temos em teste, em branco, deixa transparecer toda a qualidade de construção colocada no produto.

Podem ver este produto on-site aqui: NZXT Manta

Condições de teste

Sistemas utilizados:
Hardware
# NZXT Manta White
# NZXT HUE+
# NZXT GRID+ v2
# NZXT Internal HUB
# Intel i7-4770
# MSI Z97
# MSI GTX660 Twin Frozr 2GB
# Kingston HyperX Beast DDR3 2133MHz 2x8GB
# SSD Crucial MX100 256GB
# WD Green 2TB
# Corsair Modular CX750M

Coldware
1ª fase:
# Prolimatech Phanter;
# 2x Phanteks PH-F120S brancas;

2ª fase:
# NZXT Kraken X52
# 5x NZXT Aer

Dados sobre o produto

Tipo de produto: Caixa mITX
Segmento: ITX
Função/utilização alvo: PC Building e Modding
Gama da preços: Aproximadamente 130€
Versão: Branco

Análise

Os nossos primeiros momentos com a Manta:

Esteve também presente connosco na Lisbon Maker Faire 2016 – Link

Produzimos um setup com ela de novo Winkitosh.

A frente é limpa, com um pequeno logo da marca. No topo existe o botão de power, led power e disco numa míni linha, dois USB 3.0 e portas áudio. A lateral direita é simples e a esquerda tem um magnífico acrílico. Os painéis são todos simples de remover, devendo se começar peça lateral, frente e por último topo. Existe um sistema de filtro na frontal e outro na fonte de alimentação.

A tapar esta fonte de alimentação existe um midplate que possui entalhes para aproveitar o fluxo da ventoinha da frontal que fica na posição de baixo para refrescar a placa gráfica, ótima decisão.

O sistema de refrigeração ideal será com entrada na frente pelas diversas malhas e extração na traseira e pelas malhas do topo. Estas malhas são obviamente muito importantes na criação de um bom fluxo, motivo pelo qual a Manta é uma caixa mITX muito boa. Em termos de ventoinhas podem colocar na frente duas 120mm ou 140mm, no topo igual e na traseira apenas 120mm. As mesmas medidas se aplicam a radiadores, o que é bom. Os dissipadores a ar podem ter até 160mm de altura, albergando praticamente todos os dissipadores do mercado. Em termos de placa gráfica podem utilizar até 363mm.

Já na refrigeração a água instalamos um AIO de 240mm na frontal com muita facilidade. Sistemas peça a peça e até hardline são também possíveis de utilizar.

Em termos de ruído é uma caixa que pelos materiais utilizados promove muito a construção de sistemas silenciosos.

Para cablagem existe atrás da placa 38mm de espaço, que ajuda muito a arrumar todos os cabos. Outro ponto que gosto muito é o uso daquela chapa em S a esconder os cabos principais, em vês de uns grommet feios.

Em termos de discos, existem os óbvios dois discos de 2,5 polegas fáceis de colocar ao lado da placa mãe e visíveis pela lateral de acrílico. Acresce outras duas posições para discos 3,5 polegadas e um terceiro de 2,5 polegadas no fundo.

Esta instalação não é muito intuitiva e poderia ter sido melhor aproveitada. É o único ponto menos forte numa instalação super simples.

Como extras existe um Molex que vos permite ligar os leds da iluminação (divisória da fonte e na traseira perto do I/O shield) e o hub para as ventoinhas. Este HUB permite ligar 7 ventoinhas de 3 pinos e uma de 4 pinos (com possibilidade de utilizar o sinal da placa mãe). Todos os acessórios incluídos seguem a mesma linha e qualidade da caixa.

Montagem de um sistema nesta caixa:

Conclusão

A NZXT Manta é uma caixa apaixonante no mercado das mITX que nos tem deliciado na construção do Winkitosh. A qualidade de construção é boa, as possibilidades de modificação ínfimas, tem um cooling super bem pensado e é muito muito prática de usar.

NZXT Manta

130€
8.9

Qualidade construção

10.0/10

Design

9.0/10

Aircooling

9.0/10

Watercooling

8.0/10

Modding

9.0/10

Ruído

9.0/10

Cablagem

8.0/10

Instalação

9.0/10

Opções de personalização

9.0/10

Extras e funcionalidades

9.0/10

Prós

  • Design
  • Capacidade de refrigeração

Contras

  • Instalação dos discos mais complicada que o resto
  • Exige muita prática na gestão de cabos
  • Acrílico risca facilmente
Previous post

Shadow Arena

Next post

Samsung Knox Vault - A plataforma de segurança para uma nova era móvel

Luís Alves

Luís Alves

Cargo: Fundador & CEO
Naturalidade: Santa Maria da Feira

Atualmente no 5º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica na FEUP (especialização Automação), licenciado em Engenharia Mecânica pelo IPV.

Sou o moda’a’foca original, um dos guru do modding e tecnologia em Portugal. Desde novo autodidata, sempre gostei de criar, inventar e inovar. Na base tecnológica gosto além do modding, de sistemas de refrigeração a água, hardware e um novo fascínio pela impressão 3D. Considero bastante importante a partilha de conteúdos e conhecimentos.

Desde Abril de 2014 podem também me encontrar na Rubrica PLUG da revista PCGuia todos os meses. Em Julho de 2017 fundei as Hashtag Dondoca, um projeto de Lifestyle no feminino em português onde sou director artístico.