AnálisesPeriféricos

Razer Naga Pro [Rato gaming]


Um rato sem fios com as melhores tecnologias existentes, o Razer Naga Pro adapta-se a todos os tipos de jogos, ao permitir modificar a lateral esquerda entre 2 e 12 botões programáveis.

Podem ver este produto on-site aqui: Razer Naga Pro

Condições de teste

Sistemas utilizados:
Hardware
Processador AMD Ryzen 9 3900X @ 4,2 GHz
Placa-mãe GIGABYTE X570 Aorus Elite
Placa gráfica Gigabyte RX Gaming 570 8GB
Memória Corsair DDR4 32GB RGB (2x 16GB)
Fonte NZXT E850
Samsung NVMe 970 EVO Plus
Toshiba X300 5TB
Thermaltake Global S500 TG
AOC Gaming U3277PWQU + Philips Brilliance 241B
Razer Mouse Bungee + Razer Gigantus V2 M
Razer Deathstalker

Dados sobre o produto

Tipo de produto: Rato sem fios ambidestro
Gama: Viper
Função/utilização alvo: Gaming
Gama da preços: 169.99€ na Razer Store

Análise

Um unboxing íntimo ao Razer Naga Pro, um rato com laterais intercambiáveis, adaptável a vários estilos de jogo e com opção wireless de alta velocidade e baixa latência, com bateria incluída.

Podem conhecer ao detalhe este rato da Razer, em cada uma das suas laterais, o lettering, as linhas do rato, a dongle, os pés e utilização com vários tipos de grip, num vídeo descontraído.

O Naga Pro é um rato destro com três placas/peças diferentes que podem utilizar do lado esquerdo do rato, uma com 2 botões para FPS simples, outra com 6 botões para MOBA ou Battle Royale, e uma com 12 para MMOs. Cada uma destes botões pode ter uma tarefa diferente, adaptando o rato a todo o tipo de jogos, ou softwares caso seja esse o vosso objectivo e precisem de várias Macro. Para o lado direito não têm escolha, esta tem um apoio para o mendinho que ajuda também a movimentarem com mais facilidade o rato.

Para uma comunicação super-rápida sem fios entre o Naga Pro e o vosso computador ou portátil podem utilizar Bluetooth ou HyperSpeed, a tecnologia da Razer para gaming wireless de alta estabilidade, utilizando um pequeno adaptador USB que vem escondido no interior do corpo do rato. Se estiverem sem bateria, ou no seu limite e num jogo importante, podem utilizar o rato por fio.

O sensor é o mesmo utilizado no Viper e Basilisk Ultimate, o modelo Focus+ com 20000 dpi, combinado com uma mão cheia de tecnologias e ajustes que podem fazer pelo Synapse 3, o atual software da Razer. A tecnologia de tracking é das mais avançadas do mercado, para que nunca falhem um movimento. Os botões são também óticos e os mesmos dos dois modelos anteriormente referidos, aguentando setenta milhões de cliques e com uma atuação super-rápida. Além da panóplia de botões na lateral, no corpo principal existem botões para alteração da sensibilidade e a roda tem opções distintas na inclinação para a esquerda ou direita.

A memória interna permite armazenar até cinco perfis com configurações específicas, incluindo configurações para os vários jogos, associados a cada peça lateral. A própria marca partilha na página oficial do produto alguns exemplos para os e-Sports mais atuais. O Chroma é nestas versões que tem mais utilidade, ao permitir não só iluminar o logo no corpo principal, mas também os vários botões e a roda do rato.

A bateria, segundo a Razer, aguenta até cento e cinquenta horas de autonomia pelo modo HyperSpeed, utilizando claro opções de poupança de energia, como standby automático, redução da intensidade da iluminação e velocidade de atualização. Terem de o carregar uma vez por mês será o mais provável, tarefa na qual podem utilizar a mesma dock do Viper Ultimate ou Balisisk Ultimate, caso tenham um, ou o cabo incluído.

Conclusão

O Naga Pro é um rato com as melhores tecnologias do mercado e muita versatilidade, mas o preço coloca-o longe de muitas carteiras, ficando reservado só aos maiores entusiastas e jogadores multigénero.

Galeria

Razer Naga Pro

169.99€
9.5

Conforto

9.0/10

Desempenho

10.0/10

Qualidade

8.0/10

Aderência

9.0/10

Controlo

10.0/10

Rapidez

10.0/10

Precisão

10.0/10

Design

9.0/10

Tecnologias

10.0/10

Instalação e conteúdo

10.0/10

Prós

  • Desempenho
  • Tecnologias utilizadas
  • Muito versátil e adaptável
  • Bom sensor e switches

Contras

  • Preço elevado
  • Não há placas para o lado direito
Previous post

be quiet! Pure Base 500DX [Caixa de computador]

Next post

Potion Craft: Alchemist Simulator - Playtest

Luís Alves

Luís Alves

Cargo: Fundador & CEO
Naturalidade: Santa Maria da Feira

Atualmente no 5º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica na FEUP (especialização Automação), licenciado em Engenharia Mecânica pelo IPV.

Sou o moda’a’foca original, um dos guru do modding e tecnologia em Portugal. Desde novo autodidata, sempre gostei de criar, inventar e inovar. Na base tecnológica gosto além do modding, de sistemas de refrigeração a água, hardware e um novo fascínio pela impressão 3D. Considero bastante importante a partilha de conteúdos e conhecimentos.

Desde Abril de 2014 podem também me encontrar na Rubrica PLUG da revista PCGuia todos os meses. Em Julho de 2017 fundei as Hashtag Dondoca, um projeto de Lifestyle no feminino em português onde sou director artístico.