AnálisesHardware

be quiet! Dark Power 12 750W [Fonte de alimentação]

A linha de fontes Dark Power 12 da be quiet! teve tanto sucesso com as versões Pro de 1500 e 1200W que a marca optou por colocar toda essa engenharia em versões “não Pro”, com apenas 1000, 850 e 750W. Em teste temos a versão menos poderosa de todas, mas mesmo assim com uns impressionantes 750W.

Podem ver este produto on-site aqui: be quiet! Dark Power 12 750W

Condições de teste

Sistemas utilizados:
Hardware
Processador AMD Ryzen 9 3900X @ 4,2 GHz
Placa-mãe GIGABYTE X570 Aorus Elite
Placa gráfica Gigabyte RX Gaming 570 8GB
Memória Corsair DDR4 32GB RGB (2x 16GB)
Fonte NZXT E850
Samsung NVMe 970 EVO Plus
Toshiba X300 5TB
Thermaltake Global S500 TG
AOC Gaming U3277PWQU + Philips Brilliance 241B
Razer Mouse Bungee + Razer Gigantus V2 M
Razer Deathstalker

A fonte foi instalada num segundo computador cujo artigo será atualizado brevemente, assim como o clip de ruído e teste térmico.

Dados sobre o produto

Tipo de produto: Fonte de alimentação modular com certificado 80 Plus Titanium
Segmento: Fontes modulares
Gama/Série: Dark Power 12
Função/utilização alvo: Computadores Gaming e Workstations
Gama da preços: 200-230€
Versão: 750W

Análise

A be quiet! Dark Power 12 de 750W é a nossa primeira fonte 80Plus Titanium. Com o melhor da tecnologia de alimentação no seu interior, fiquem a conhecer a proposta da marca com estes modelos de menor potência (sim, menor) desta gama.

Capítulos do vídeo:
00:00 Introdução
02:04 Overview
07:04 Unboxing
11:45 A fonte!
15:30 Próximos testes

Esta linha tem um certificado 80 Plus Titanium, o mais alto disponível, num mercado onde até as fontes Platinium são raras. Dentro destas fontes cada componente foi escolhido ao pormenor, desde os condensadores Japoneses certificados a 105ºC, a todos os circuitos de retificação, regulação e o próprio arrefecimento.
Uma das funções mais interessantes é a Overclocking Key, um botão externo e que podem instalar num PCI vazio para trocar a fonte entre multi-rail e single rail. Esta função apenas pode ser alterada com a fonte desligada, mas garante-nos que mesmo as placas gráficas que ultrapassem os gigantes 25A de cada linha de +12V sejam alimentadas sem problemas.
O conjunto de cabos é muito extenso, numa fonte que é totalmente modular, com impressionantes seis cabos de 8 pinos, para sistemas com múltiplas gráficas, ou até 12 SATA, para utilizadores com sistemas NAS, servidores pessoais ou máquinas de criação de conteúdo. Os cabos em si não têm qualquer magia: são pretos, simples e com sleeving também preto. Os encaixes são proprietários, por isso se quiserem outra cor de cabos ou extensões, muito cuidado na compra ou serão incompatíveis.
Para evitar que a fonte fosse demasiado grande e ganhar espaço para o intricado PCB dos cabos modulares, a be quiet! optou por instalar uma ventoinha com um tamanho menos vulgar de 135mm, ao utilizar uma Silent Wings sem moldura.

Conclusão

A be quiet! Dark Power 12 750W é a fonte de alimentação ideal se tens uma gráfica e processador poderosos, com o mais alto certificado do mercado e totalmente modular. Em termos de resultados, é difícil apontar algo negativo no desempenho desta linha. As fontes são robustas, muito eficientes e virtualmente inaudíveis. A ventoinha roda muito pouco e o calor gerado internamente é quase insignificante, dada a eficiência muito perto dos 96%. Como não podia deixar de ser, esta fonte vem com dez anos de garantia, a um preço que faz inveja a muitas fontes com certificado Gold e Platinum.

Galeria

be quiet! Dark Power 12 750W

200€
9.5

Certificado

10.0/10

Estabilidade

10.0/10

Fiabilidade

10.0/10

Componentes

10.0/10

Ruído

10.0/10

Design

9.0/10

Tecnologias

9.0/10

Funcionalidades

8.0/10

Prós

  • Super eficiência e estabilidade
  • Qualidade de construção
  • Preço justo

Contras

  • Cabos proprietários
  • Sleeving
Previous post

Razer Barracuda X - Auscultadores sem fios multiplataforma e mobile

Next post

Razer anuncia novos Blade 17 e Blade 15 com Intel i9-11900H e i7-11800H

Luís Alves

Luís Alves

Cargo: Fundador & CEO
Naturalidade: Santa Maria da Feira

Atualmente no 5º ano do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica na FEUP (especialização Automação), licenciado em Engenharia Mecânica pelo IPV.

Sou o moda’a’foca original, um dos guru do modding e tecnologia em Portugal. Desde novo autodidata, sempre gostei de criar, inventar e inovar. Na base tecnológica gosto além do modding, de sistemas de refrigeração a água, hardware e um novo fascínio pela impressão 3D. Considero bastante importante a partilha de conteúdos e conhecimentos.

Desde Abril de 2014 podem também me encontrar na Rubrica PLUG da revista PCGuia todos os meses. Em Julho de 2017 fundei as Hashtag Dondoca, um projeto de Lifestyle no feminino em português onde sou director artístico.