AnálisesJogos

Breaking Gates

Introdução

Data de Lançamento: 7 de Novembro de 2020

Plataformas: Android (Google Play), PC (Steam)

Desenvolvedor: PlayPlayFun

Preço: 3.99€ (mobile), Early Acess – Desconhecido (PC)

Descrição: Breaking Gates é um RPG de ação em 2D com um fantástico e animado mundo. Desenvolvido por fãs dos jogos clássicos do género, Breaking Gates combina Gameplay dinâmico criando uma nova experiência enquanto exploras o mapa. Coleciona itens, cria e desbloqueia um vasto arsenal de equipamento e derrota um sem número de criaturas e chefes desafiantes que te esperam nesta aventura.

Metodologia

Genero: RPG Ação e Aventura

Modo: PVE

Condição de Vitoria: Apanhar os Cristais de cada mundo e derrotar o Boss Final

Gameplay Overview: Breaking Gates é um jogo que vai testar as habilidades de Exploração e de Resiliência. Saltar, Dash, e habilidades especiais para derrotar os inimigos vezes e vezes sem conta para poder ter os melhores itens possíveis. Sem uma história muito relevante o jogo vale mesmo pelas horas de Grind e diversão a fazer combos com as habilidades enquanto se derrotam os inimigos constante.

Gráficos e Som

Análise

Interface: O Menu de jogo está divido em 4 partes. Status, Itens, Mapa e Manual. Os primeiros 3 são de fácil leitura sendo que o último parece que ainda não foi programado ou tem itens que lá sejam posicionados.

O jogo tem uma HUD básica durante todo o jogo para mostrar ao jogador informações básicas e as técnicas disponíveis.

História: A história principal do jogo pareceu um pouco insignificante sendo o objetivo principal de entreter com um jogo divertido.

Comunidade: É um jogo puramente Singleplayer pelo que terminando os níveis/mundos não há muito mais a fazer.

Sensação de recompensa: Demasiado grande, para evoluir, obter itens melhores, criar itens para contratos tudo o que jogo tem é preciso dar grind e é repetitivo e repetitivo e não sei se já referi, repetitivo.

O que mais gostamos: Visuais interessantes e combate rápido lembrando por vezes um Hack’n’Slash.

O que menos gostamos: Ter que repetir e repetir cenários e inimigos para obter itens.

Conclusão

É um jogo divertido e viciante. Perde-se facilmente algumas horas a jogar sendo que 90% deste jogo será a batalhar com inimigos que já conhecemos o que pode tornar o jogo aborrecido.

Trás para o gameplay elementos de RPG e Metroidvania num só jogo o que pode cativar facilmente amantes de ambos os estilos de jogos.

Chave fornecida por Keymailer.co

Breaking Gates

Early Access
7

Gráficos

8.0/10

Jogabilidade

8.0/10

Otimização

5.0/10

Longevidade

9.0/10

Cinemática

7.0/10

Sonoridade

6.0/10

História

6.0/10

Prós

  • Visuais animados e interessantes
  • Combate rápido semelhante a Hack’n’Slash

Contras

  • História pouco importante
  • Grind aborrecido e pouco compensatório
  • Alguns Crashes durante a Gameplay (Versão testada é um Early Acess pelo que a correção deste ponto poderá ocorrer até ao lançamento oficial)
Previous post

Razer Blackshark V2 Pro [Auscultadores]

Next post

Razer Wolverine V2 traz controlo e precisão absolutos para a nova Xbox Series X|S

Paulo Castro

Paulo Castro

Cargo: 3D Print R&D
Naturalidade: Vila do Conde
Licenciado em Engenharia Mecânica pelo ISEP e com Grau de Mestre em Engenharia Mecânica, com especialização em Automação, na FEUP. Gosto de aprender coisas novas e por essa razão estou sempre à procura de algo novo para fazer. Tendo a oportunidade de adquirir uma impressora 3D não hesitei e desde então tenho explorado tudo este novo mundo.